un tal marra

mentras haxa escrav@s voluntári@s, haberá amos, e portanto, non haberá persoas libres

políticos en celo

CELO ELECTORAL

Non é coma noutras espécies animais. A cousa non lles vén de golpe, váiselles notando xa un tempo antes. Vai indo a máis, a máis, e logo teñen un periodo de celo agudo. Nese tempo sorrín, saudan a todo o mundo, fanse cordiais até o empacho. Sorrisos, saudos, apretós de maus, promesas, ofertas, verborrea. Sacan peito e desplegan a plumaxe. E aumentan a competitividade e agresividade entre eles.

Afortunadamente, ao cabo de quince dias da fase aguda, pásalles todo. Deixan de saudar, non recoñecen a ninguén, ignórante e mesmo te desprécian. Até que se achegue o próximo periodo de celo electoral. ©xosé marra/2011

GALERIA

©XOSÉ MARRA

Anúncios

2015/05/14 - Posted by | fotografia

Ainda sem comentários.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: